Subscribe:

quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

Uma linda história de páscoa para contar

Mês que vem vamos comemorar a Páscoa, data que as crianças adoram e que o comércio enlouquece. São ovos de todos os tamanhos, cores, personagens, e sabores. Mas, nesse mundo consumista, onde a Páscoa se tornou uma forma de ganhar dinheiro, devemos voltar as origens e reavivar o seu verdadeiro significado. Tenho duas histórias para contar hoje. Uma é real, aconteceu comigo a uns 5 anos atrás e a outra uma linda fábula sobre a origem do coelho da páscoa e os ovinhos de chocolate.

origem do coelhinho da páscoa



Certa vez, quando eu trabalhava numa grande rede de supermercados, estava passando as compras de uma cliente no domingo de páscoa e esta estava sem nenhum espírito de amor e compaixão naquele dia. A cliente começou a tentar me irritar e pedir que empacotasse desde ou daquele modo, vendo que não conseguia me tirar do sério ela me disse algo para ver se me desestabilizava: "Deve ser triste trabalhar no domingo de Páscoa né?" e eu com toda paciência do mundo respondi: "A senhora sabe que não há como ficar triste hoje, pois no dia de hoje estamos comemorando a ressurreição da pessoa mais importante do mundo, por isso o meu coração é só alegria".

Nesse momento ela se calou e colocou sua sacolas no carrinho. Sua filha, uma criança ainda, olhou e perguntou: "quem mãe?", "Jesus minha filha, Jesus" e não disse mais nada. Terminei de atendê-la e lhe desejei uma Feliz Páscoa. Eu não quis ofende-la ou agredi-la, só quis que ela lembra-se a verdadeira razão da Páscoa.



Quando eu era criança, minha professora passou um texto sobre a Páscoa que falava sobre a origem do coelhinho da Páscoa. Leia ela para seus filhos nessa páscoa, com certeza ele irão adorar:

O menino Jesus, o Passarinho e o Coelhinho


O Menino Jesus morava numa Casinha em um bosque. Perto da Casa D'Ele morava uma Mamãe Passarinho, da qual Ele gostava muito.

Todos os dias, a Mamãe Passarinho acordava bem cedinho e voava ligeiro à procura de alimentos.

Porém um dia, ela deixou seu ninho sozinho por mais tempo... É que ela se distraiu com algumas minhoquinhas que encontrou pelo caminho. E adivinha o que aconteceu? A Dona Raposa encontrou o ninho sozinho e levou todos os ovinhos da Mamãe Passarinho.

E Mamãe Passarinho quando voltou para o ninho e não mais encontrou seus ovinhos, começou a piar aflita!

Perto Dalí estava o Menino Jesus acompanhado de um Anjo, Eles ouviram o piar aflito dela, pois seus ovinhos haviam desaparecido.

O Menino Jesus resolveu pedir ajuda aos bichos que passavam:

-Pediu ao gatinho, se ele ajudaria a encontrar os ovinhos da Mamãe Passarinho, mas ele não quis, preferiu ir brincar com um sininho.

-Pediu então à Dona Vaca, mas ela disse que não podia ajudá-Lo, pois precisava se alimentar muito e beber bastante água para produzir mais leite no outro dia.

Então, o Menino Jesus resolveu voltar para a Sua Casa... E, no caminho ainda encontrou o Coelhinho que estava deitado entre as folhas de uma árvore. Ele lhe contou o que havia acontecido com os ovinhos da Mamãe Passarinho.

Mais que depressa levantou o Coelhinho e foi procurar os ovinhos. Pensou ele que seria muito fácil encontrá-los, uma vez, que ele é muito esperto. Começou então perguntando aos seus amiguinhos: Sr. Leão, Sr. Lobo, Sr. Esquilo, entre outros. Um deles lhe informou que havia visto Dona Raposa carregando uns ovinhos e que talvez pudessem ser os da Mamãe Passarinho.

Então o Coelhinho resolveu segui-la... Mas que tristeza! Ela havia comido todos os ovinhos!

E agora? Pensou o coelhinho. Então teve uma idéia! Para agradar o Menino Jesus, resolveu pedir um ovinho a cada um dos seus amigos passarinhos.

Foi então até o galinheiro, onde recebeu muitos ovinhos, mas, pediu também a outras aves: à Mamãe Pata, à Mamãe Ganso...

Assim ele juntou uma cesta cheia de ovinhos e levou-os para dar ao Menino Jesus. Jesus, muito contente, recompensou o Coelhinho.

Daí em diante, durante a Páscoa, ele é o encarregado de distribuir os ovinhos para as crianças boas e obedientes de todo o mundo.

Desde então, na Véspera da Páscoa, as crianças correm para os quintais de suas casas e constroem seus ninhos e ficam esperando o Coelhinho depositar os ovinhos neles.

MORAL DA HISTÓRIA: Não sejamos como o gatinho ou a dona Vaca preocupados com nossas distrações (divertimentos) ou com o nosso trabalho e necessidades diárias, ao ponto de dizer não para o Menino Jesus. Façamos como o coelhinho que atendeu prontamente o chamado do Menino Jesus, dando o seu sim; sem se importar com as dificuldades, provações e sofrimentos que encontraria no seu caminho. Se nós fizermos como o coelhinho, nos esforçando em tudo para agradar o Menino Jesus, aceitando tudo com amor, principalmente as cruzinhas diárias que são colocadas em nosso caminho, será mais fácil cumprir a missão... Devemos imitar o coelhinho que ao deparar com as dificuldades, se esforçou e fez tudo que lhe foi possível para agradar ao Menino Jesus, e assim como Ele recompensou o coelhinho, nos recompensará com algo bem maravilhoso e maior: A Coroa da Vida Eterna!

Leia mais: Criartes

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

0 comentários:

Postar um comentário